Amor

Dedicarei minhas horas para falar de amor,

palavra que muitos lábios falam mas poucos lábios sentem,

dedicarei minhas horas, noites e dias para cultivar o amor,

dedicarei a ele e serei dele seu defensor. Amor, quem sente amor sente a calma e não a loucura,

amor vive do cultivo do regar de todo dia, onde não lhe negará as folhas os frutos as flores,

banhadas de cores onde não lhe faltará alegria.

Amor não tem a intenção de roubar e sim o poder de devolver.

 

Autora: Valdete Ramos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s