Eu sou a telha e o telhado

E eles não podem ser separados, pois o conjunto é o que lhe agrega valor, seja aqui ou aonde for, sou as portas e as janelas, sou o brilho que entra por sua janela anunciando o novo dia.

Sou o piso que mesmo arranhado tem seu brilho e sua cor, sou trinco e a fechadura, quê qualquer criatura só abrirá se tive tiver amor.

Sou a água que corre em suas torneiras, e dê vocês retiro o calor. sou as paredes que escondem muitas emoções veladas, que só podem ser reveladas aquém souber trazer calor, pois muitas vezes os braços que acolhem também necessitam de amor.

Eu sou a voz que ecoa em todo canto, eu cessarei teu pranto basta você acreditar!

Sou o sorriso inesperado aquém vive desesperado, sou abraço esperado, tua companhia também sou! Sou a voz que em todo canto vai cessar o pranto e regar o amor…. e levar a paz. Sou o brilho quê já não mais existe em teus olhos, eu te olho, eu lhe vejo esteja você onde estiver.cachoera

Autora : Valdete Ramos

Vejo cores em tudo….

Eu gosto de flores, gosto do perfume dos jardins….

Eu gosto flores de vida…. e acho que a vida precisa ser assim.

Eu gosto das flores dos campos, das flores das campinas, o verde dos vales muito me

fascina, eu gosto de vida, eu gosto de paz, eu gosto de estradas, de caminhos….. onde não

precise andar sozinha. Eu gosto de flores que enfeitam a estrada, para ter uma jornada

colorida onde a dor possa ser amenizada enfim, eu gosto de vida…. eu vejo cores em

tudo, por isso essa a cor que desejo para mundo, cor amor é paz….minha estrada

Autora: Valdete Ramos O. R.

falando de face verdadeira.

Quando falamos de Deus falamos de amor profundo, pois Deus é o amor verdadeiro que transforma o nosso mundo. Quando falamos de Deus, falamos de natureza, da alegria que transforma e transborda em nossas almas, dos rios, e das águas que neles correm, dos campos das flores, dos amores verdadeiros que libertam e não nos faz prisioneiros, e sim nos dá asas para voar. Quando falamos de Deus falamos de face verdadeira, essa a qual será única em qualquer hora, e em qualquer lugar, quando você o procurar, será sempre essa face ele te levará. Por isso é pai, mãe, avô, amigo, irmão, tudo que o coração ansioso busca ter…. mas saiba que de tudo isso ele sabe, pois ele esta dentro de você… basta você concentrar e a ele chamar, ele irá lhe atender…. pois ele está nos cantos das aves, nos campos nas flores, ele mora em seu jardim.

rio e flor

Autora: Valdete Ramos.

Mulher de fase…..de lua

Mulher que não precisa se despir, pois já anda nua na rua, na pele, na alma, na voz que acalma, no espírito reformador. Mulher de fase de lua, de facetas inúmeras, mas que nunca irá se omitir, pois tens uma face só, e isso me acalma trás alegria a alma que não gosta de andar só. vives vestida de tudo todas as vestes do mundo já ousou vestir, mulher de fase mulher….. que não precisa se despir, pois já anda nua, na rua e em casa, não consegue viver de cascas nem de mascaras, pois não sabe viver só. Mulher apenas mulher…..

filha minha

Autora: Valdete Ramos

Querido mundo meu

Me diga lá do fundo… se o que me deste: Eu de fato merecia,

e se merecia me diz porque levou?

Voo em minha imaginação tentando buscar a razão pela qual você se esconde.

Talvez meu precioso mundo que hoje me fez chorar, logo pela manhã ao acordar, verá que seu mundo sou eu!

Mundo que resumo em poucas palavras, querido mundo meu, viajas por muitos lugares, talvez nestes lugares não te encontres, e nem a mim, mas saiba querido mundo meu, que o que você procura há muito tempo já é teu…..

Imagem relacionada

Autora: Valdete Ramos.

Entre e sente-se…

Fale o que lhe aflige na alma, busque o que te acalma a alegria da alma está no ser não ser só. Entre sente-se e fale não cale a dor da alma, esponha a ferida que está escondida magoando sua alma, e ferindo a calma que mora em te. Vá caminhando por teus sonhos trazendo deles sorrisos risonhos que possam lhe fazer feliz, na vida não há que não tenha matizes, más olhe tuas raízes mesmo feridas e cheia de matizes, ainda podem se curar, basta você elas olhar, e ter amor para curar, pois ele é o remédio que cura a dor da alma, entre e sente-se!

Autora Valdete Ramos

Olhe o barco


Olhem o barqueiro que toda hora é passageiro filho de muitas jornadas, Olhe o barco o barqueiro que vaga noites e dias inteiros sejam noites quentes ou frias, tendo ou não companhia persistem ele vai. Olhe barco e o barqueiro, olha a vida de muitos que veio e foram pra algum lugar, cheios risos de sonhos procurando se encontrar. Olhem o barco o barqueiro, valorize esse passageiro que em muitas vidas presente está, Olhe para frente e tenha sabedoria e calma, e serenidade na alma em qualquer barco por onde for, seja feliz na sua jornada.

Autora Valdete Ramos

Veja o sol….

Olhe na linha do Horizonte onde a vida não se esconde onde sempre haverá luz. Olhe na linha do Horizonte, onde o teu não esconde e nele sempre haverá luz, Olhe a luz abrindo caminho rompendo barreiras, pra ela não existe fronteiras onde ela não possa passar. Chega abrindo o caminho o que estava só já não se sente sozinho, pois onde havia dor agora existe só luz e paz…. e onde existe tudo isso somente o amor se faz….

Autora Valdete Ramos

Eu lhe apresento a terra

A vida que à nela, e lhe mostro a relva, os campos e tudo mais, eu me visto de paz, e é com alegria que a cria se mostra em paz. Eu recrio o tempo e o Verde que veste de esperança os teus olhos, eu estou aqui! E seguro os teus passos, talvez pensas que sou de aço mas sou feita de amor, por isso rego teus olhos somente com perfume de flor. Eu esqueço do tempo, e me perco nas horas, eu sou vento que a toda hora refresca o teu dia, eu sou companhia para toda hora. Eu lhe apresento a terra…. Que é mãe amiga namorada esposa amante, e muito mais. Eu veja à terra pedindo por mais….. Eu lhe apresento a terra, e ela não está vestida em guerra, está vestida de paz.

Autora Valdete Ramos O RImagem relacionada